Fifa precisará pagar R$ 3,2 mi a clubes brasileiros que cederam atletas à Copa

Por Bernardo Itri

Conta a receber

A Fifa terá que pagar R$ 3,2 milhões aos clubes brasileiros que cederam jogadores para a disputa da Copa do Mundo. Esse valor, fruto de cálculo dos times, será dividido entre dez equipes: Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Inter, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco. A conta dos clubes é que cada jogador liberado para defender sua seleção na Copa renderá US$ 129 mil (R$ 286 mil).

Sem esperanças. Cartolas ligados à CBF dão como certo que José Maria Marin não vai anunciar o novo treinador da seleção brasileira na entrevista coletiva desta quinta-feira. A expectativa é que o dirigente apenas aponte o executivo que vai cuidar do departamento de seleções da entidade.

Tá difícil. A decisão do novo técnico, dizem dirigentes próximos a Marin, está se mostrando mais complexa, já que tanto o atual como o futuro presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, não têm um nome de consenso.

Voz… O Tiradentes-CE entrou nesta quarta-feira com pedido de prisão do presidente da CBF, José Maria Marin. Em junho, o time ganhou na Justiça comum o direito de disputar a Série C do Brasileiro, mas a decisão não foi cumprida. O clube, então, acionou novamente a Justiça para que Marin seja preso por descumprimento de decisão judicial.

…de prisão. Presidente do Tiradentes, Tenente Fernandes pede que, caso seja determinada a prisão de Marin, a Polícia Interestadual do Rio seja acionada e efetue a detenção do cartola.

Dor no bolso. Além do pedido de prisão de Marin, o Tiradentes tenta aumentar de R$ 25 mil para R$ 100 mil a multa diária pelo descumprimento da decisão judicial.

Decisão… Uma reunião entre Kaká, a comissão técnica e a diretoria do São Paulo definiu o dia 2 de agosto como a data ideal para que o meia faça sua reestreia pelo clube que o revelou.

…conjunta. Apesar de Kaká ter contrato de apenas seis meses com o São Paulo, nenhuma das três partes quer apressar a entrada em campo para não correr riscos de o jogador sofrer alguma lesão muscular.

Casa cheia. O fato de o jogo do dia 2 de agosto ser em casa, contra o Criciúma, também pesa na decisão do clube. Na ocasião, a esperança é que, com a presença de Kaká, exista uma atração a mais para o torcedor ir ao estádio.

Escanteio. Causou estranheza dentro da Odebrecht o fato de a polícia ter efetuado nove indiciamentos pelas mortes na obra do Itaquerão sem ter considerado o laudo da empresa contratada pela empreiteira.

Contraponto. Relatório da GeoCompany, contratada pela Odebrecht, diz que o solo não foi o responsável pelo acidente, ao contrário do que concluiu a polícia, que se baseou em laudo do Instituto de Criminalística.

Terceira via. Um terceiro laudo, do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) para investigar a causa das mortes ainda não foi concluído.

DIVIDIDA

“Perder por 7 faz com que se tomem uma série de medidas para melhorar o futebol

TONINHO NASCIMENTO
secretário nacional de futebol do governo federal, pregando mudanças no esporte