Governo vai fiscalizar US$ 100 milhões recebidos pela CBF da Fifa

Por Bernardo Itri

Dinheiro rastreado

A CBF vai receber US$ 100 milhões (R$ 240 milhões), repassados pela Fifa, como ªfundo de legadoº da Copa do Mundo, mas não poderá administrar sozinha a quantia. O governo federal, por meio do Ministério do Esporte, vai acompanhar a destinação do valor para que o dinheiro não se perca. Já foi definido, por exemplo, que US$ 15 milhões desse montante serão aplicados no desenvolvimento do futebol feminino.

Pressão. Desobrigada a cumprir o artigo 18-A da lei Pelé, que exige transparência nas entidades esportivas e limita os mandatos dos cartolas, a CBF pode ter que se ajustar à norma para não perder seus patrocínios.

Pressão 2. A ONG Atletas pelo Brasil está firmando acordo com os maiores patrocinadores do esporte para que eles só invistam em entidades que se adequem à lei. O acordo é costurado com empresas como Itaú e BRF, patrocinadoras da CBF, que pagam juntas R$ 63,5 milhões à confederação.

Pressão 3. Além de Itaú e BRF, Banco do Brasil, Construtora Passarelli, Correios, McDonald’s, Nestlé, Pão de Açúcar, P&G, TetraPak e Volkswagen também devem aderir ao acordo.

Acertando… O Bom Senso F.C. deve se reunir nesta semana com a CBF para mais uma rodada de negociação. Jogadores e confederação tentam chegar a um acordo para definir como será o órgão fiscalizador das finanças dos clubes, condição para a aplicação da lei de responsabilidade fiscal.

…os ponteiros. O órgão será responsável por apontar irregularidades nos clubes, que podem perder o financiamento das dívidas fiscais. A lei de responsabilidade fiscal deve ser votada no Congresso após as eleições.

Ponte aérea. Líder do Brasileiro, o Cruzeiro negocia troca do fornecedor de material esportivo para 2015. A Penalty, que deve deixar o São Paulo em dezembro, trata com o clube mineiro para fechar parceria com validade a partir do próximo ano. A marca pode substituir a Olympikus, atual patrocinadora.

Torneira… Após demitir Juvenal Juvêncio da direção das categorias de base, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, ainda enxuga gastos no centro de treinamento de Cotia. Funcionários e jogadores do setor podem ser dispensados.

…fechada. Aidar quer que seja reduzida a quantidade de atletas da base são-paulina. A intenção do cartola é cortar quase que pela metade o número de jogadores em Cotia. Hoje, há cerca de 240 jovens, e a meta é ter 150 aproximadamente.

Na disputa. Fernando Silva, homem forte do futebol do Santos até 2011, oficializará sua candidatura à presidência do clube na próxima semana. O nome da chapa, cujo vice ainda não foi definido, será “Mar branco”.

Na disputa 2. O lançamento da candidatura de Silva será dia 7. Ele vai usar como plataforma de campanha os resultados do Santos quando estava no clube: três títulos Paulistas, uma Copa do Brasil e uma Libertadores.

DIVIDIDA

“É uma hipocrisia. Não vai mudar em nada

WAGNER RIBEIRO

agente de jogadores, desdenhando da nova regulamentação da Fifa que veta a participação de investidores nos direitos econômicos de atletas