Corinthians marca reunião com Tite na segunda para selar contratação

Por Bernardo Itri

A diretoria do Corinthians e Tite vão se reunir na segunda-feira (15) para selar o retorno do técnico ao Parque São Jorge. O encontro será em São Paulo e terá também a participação de Gilmar Veloz, empresário do treinador. A reunião presencial servirá para finalizar o acerto financeiro com Tite e, caso não ocorra nenhum imprevisto, o gaúcho será anunciado como o técnico corintiano para a próxima temporada.

Poder paralelo. Esta será a primeira reunião oficial da diretoria do Corinthians com Tite para acertar seu retorno. Até a semana passada, as negociações eram conduzidas pelo candidato da situação, Roberto de Andrade, que ainda não foi eleito. A atual diretoria do clube só entrou no circuito nos últimos dias, conversando com o agente Gilmar Veloz.

É pra já. Anunciado, Tite já deve definir ao lado da diretoria corintiana os primeiros reforços para a temporada de 2015. A ideia do clube é anunciar contratações já na próxima semana.

X

Agenda… Wesley está apalavrado com o São Paulo, mas a definição sobre a data de sua chegada ao Morumbi ainda demora a sair. Hugo Garcia, empresário do volante, está em Portugal acompanhando outros dois clientes e retorna ao Brasil no dia 19. Só depois que voltar ao país é que o agente vai negociar com o Palmeiras o dia de sua liberação –o contrato é válido até fevereiro.

…cheia. A ideia do estafe de Wesley é que ele participe da pré-temporada do São Paulo. Por enquanto, ele tem o compromisso de treinar em janeiro com o Palmeiras, mesmo já sabendo que não continuará por lá.

Jeitinho. Em situação financeira delicada, o Grêmio faz malabarismo para arrecadar mais dinheiro. Criou uma partida entre torcedores no novo estádio, e a agência do clube, a Grêmio Tur, vendeu quase 400 pacotes. O evento terá participação de ex-atletas como Tarciso, Valdir Espinosa, Mazaropi e Arilson.

Contra-ataque. Com o risco de o Congresso aprovar na próxima semana uma medida provisória que permite a renegociação das dívidas fiscais dos clubes sem nenhuma contrapartida, o Ministério do Esporte resolveu entrar em campo. A pasta quer impor condições para as agremiações aderirem ao Refis.

Contra-ataque 2. O Ministério do Esporte decidiu não se opor à sanção da lei. Mas, se for aprovada, vai à presidente Dilma Rousseff pedir que seja editada uma outra medida provisória ditando que, para aderirem ao refinanciamento, os clubes precisam se comprometer com contrapartidas –basicamente ao fair-play financeiro defendido pelo Bom Senso.

Condições. A pasta quer exigir, por exemplo, maior transparência nas gestões dos clubes e a responsabilização de dirigentes pelos atos nas agremiações.

Falando sozinho. Antes de suspender o patrocínio, o Banco do Brasil tentou firmar um contrato aditivo com a Confederação Brasileira de Vôlei propondo maior rigor na parceria. A CBV demorou em assinar a mudança e causou irritação no BB, que, na esteira do relatório da CGU, suspendeu os pagamentos.

Último ato. Na terça (16), o Comitê Organizador da Rio-2016 recebe a última visita de federações internacionais do ano. A federação de ciclismo enviará o delegado Simon Burney para a reunião. Durante 2014, 61 federações internacionais e seus 133 representantes, olímpicos e paraolímpicos, estiveram no comitê.

DIVIDIDA

“O Corinthians tem uma diretoria. Quem manda até fevereiro é Mário Gobbi

RONALDO XIMENES

diretor de futebol do Corinthians, sobre o candidato da situação, Roberto de Andrade, estar fechando contratos sem aval da diretoria atual