Governo convoca clubes e torcedores para agir contra violência no futebol

Por Bernardo Itri

O governo federal decidiu chamar os clubes e as torcidas organizadas para discutir formas de minar a violência no futebol. Um grupo interministerial, criado por George Hilton (Esporte), vai envolver cartolas e torcedores no processo de atualização e aplicação do relatório da Comissão Paz do Esporte, de 2006, coordenado pelo secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Marco Aurelio Klein.

Primeiro… Uma das ações iniciais da nova gestão do Ministério do Esporte contra a violência será neste domingo (1º), no clássico gaúcho Internacional x Grêmio.

…ato. Aproveitando a iniciativa colorada de misturar as torcidas, o governo acertou com os clubes que seus jogadores vão entrar em campo com camisetas de campanha pela paz no esporte.

X

Casa nova. O meio-campista Wesley, cujo contrato com o Palmeiras expirou nesta sexta-feira (27), vai se apresentar como novo jogador do São Paulo na terça (3). O anúncio de sua contratação acontece já no domingo, mas, como o time folga na segunda, o jogador só iniciará os trabalhos no dia seguinte.

Passaporte. Revelação da base do São Paulo, o zagueiro Polidoro Jr. pode ir para a Europa. Empresários estrangeiros procuraram o estafe do jogador, emprestado no Nacional-SP, para tentar levá-lo para o exterior.

Em cena. Advogado que defendeu a gestão Andres Sanchez no Corinthians na ação fiscal movida pelo Ministério Público Federal, Daniel Bialski vai ocupar um cargo no clube. Ele foi nomeado nesta semana para integrar o Comitê de Ética alvinegro. Bialski defendeu quatro cartolas acusados de terem praticado crimes fiscais.

De volta? Há quase um ano sem jogar, Adriano negocia sua ida para a Inglaterra. Um clube britânico tenta convencer o jogador a atuar na Premier League.

Intercâmbio. O presidente do Palmeiras Paulo Nobre e sua diretoria embarcam para os EUA neste sábado (28) para uma série de eventos. Entre as atividades na próxima semana estão reuniões com o Orlando City, time de Kaká, com a Major League Soccer (Liga Americana) e com o New York Red Bull.

Do bolso. Com o Palmeiras cortando gastos, será Paulo Nobre quem vai bancar a viagem aos EUA.

A conta não fecha. Deputados que defendem a aprovação do projeto de Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte apontam que a Medida Provisória proposta pelo governo federal não se sustenta no atual cenário econômico do país. Citam que a criação da Agência Reguladora do Esporte geraria mais gastos federais, o que está na contramão das medidas adotadas pelo governo.

Intervenção. Otávio Leite (PSDB-RJ) diz que o controle do fair play financeiro, contrapartida para o refinanciamento das dívidas fiscais dos clubes, será feito em parceria com o Conselho Nacional do Esporte. Ou seja, teria participação do governo.

DIVIDIDA

“Há vários jogadores com gordura abaixo de 10%, mas será que têm o desempenho do que um com peso um pouco acima?

ENDERSON MOREIRA

técnico do Santos, defendendo a contratação de Walter, do Fluminense, por seu clube