Por Olimpíada, Corinthians e Palmeiras ficarão um mês sem estádio em 2016

Por Bernardo Itri

 

Corinthians e Palmeiras não vão poder jogar em seus estádios por mais de um mês durante o Brasileiro de 2016, caso suas arenas sejam confirmadas como sedes da Olimpíada. COI e Fifa já comunicaram que os estádios-sede dos Jogos devem ficar sob seus cuidados entre 15 de julho e 20 de agosto do próximo ano. O mesmo problema afetará cariocas, mineiros e baianos, com o fechamento de Maracanã, Mineirão e Fonte Nova.Aviso prévio. Os clubes paulistas foram informados da situação em reunião com o COI, semana passada.

Mãozinha. Ciente dessa exigência da Fifa e COI, a Prefeitura de São Paulo definiu que vai oferecer a Corinthians e Palmeiras o Pacaembu para ser utilizado no período. De acordo com o secretário municipal de Esporte, Celso Jatene, os clubes não vão precisar pagar aluguel.

X

Dor no bolso. A impossibilidade de utilizar o estádio por mais de um mês, aliás, gera dúvidas na WTorre, gestora da arena palmeirense, sobre o quanto vale a pena ceder o local para a Olimpíada. A empreiteira não poderá fazer shows nem partidas de futebol durante o período.

Jurisprudência. Felipe Ezabella, especialista em direito desportivo, cita uma decisão do STF de 2012 para garantir que, segundo o Estatuto do Torcedor, a CBF não pode transformar o Brasileiro no formato mata-mata.

Jurisprudência 2. Acionado pelo Partido Progressista, o STF declarou a constitucionalidade do Estatuto do Torcedor. A lei reza que, em ao menos uma competição nacional, os times conheçam previamente a quantidade de partidas que disputarão e seus rivais. Leia-se, segundo Ezabella, pontos corridos.

Indicação. Liderado por Robinho, um grupo de jogadores do Santos atua no clube para a contratação de Abel Braga para substituir Enderson Moreira no comando técnico do time. O problema para a chegada de Abel Braga, no entanto, é um: o alto salário.

Cabo de guerra. Embora a diretoria do Santos tenha Dorival Júnior como preferido, o Comitê de Gestão do clube vê Claudinei Oliveira, atualmente no Atlético-PR, como o nome ideal para o time.

Pente… A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo recebe nesta segunda (9) os quatro grandes clubes do Estado, o Ministério Público e a PM para discutir a violência das torcidas organizadas.

…fino. O Ministério Público vai pedir a criação de uma equipe de inteligência da polícia especializada nas torcidas. O plano é que essa força-tarefa faça uma varredura nas finanças das organizadas e engrosse a fiscalização tributária sobre elas.

No comando. Rogério Caboclo aumentou sua influência na cartolagem sul-americana. Atual diretor financeiro da CBF e vice de finanças da FPF (Federação Paulista de Futebol), Caboclo assumiu um cargo no comitê de finanças da Conmebol.

Colaborou MARCEL RIZZO, de São Paulo

DIVIDIDA


“Só vou fazer as coisas na hora em que achar correto, mesmo com o toda aclamaçãoOswaldo de Oliveira

Técnico do Palmeiras, se defendendo sobre a pressão para escalar o jovem atacante Gabriel Jesus