Itaquerão rendeu ao Corinthians cinco vezes mais que prêmio por título paulista

Por Bernardo Itri

Eliminado pelo Palmeiras, o Corinthians faturou com bilheteria no Paulista quase cinco vezes mais do que o torneio paga de premiação ao campeão. Os dez jogos que o time de Tite fez no Itaquerão pelo Estadual renderam R$14,6 milhões aos cofres alvinegros, enquanto a Federação Paulista de Futebol oferece R$ 3 milhões ao campeão. A arrecadação com ingressos supera também o valor pago ao Corinthians pelos direitos de transmissão do Paulista, R$ 13 milhões.

No lucro. Somente com os dois clássicos jogados no Itaquerão pelo Campeonato Paulista, contra Santos e Palmeiras, o Corinthians arrecadou R$ 5 milhões. Foram R$ 3,2 neste domingo pela semifinal e R$ 1,8 milhão contra o time do litoral, pela primeira fase do Estadual.

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2015/04/1618667-prass-defende-dois-penalis-palmeiras-bate-o-corinthians-e-vai-a-final.shtml

Seu passado… Rompidas com a federação do Rio, as diretorias de Flamengo e Fluminense acreditam que mais cedo ou mais tarde o novo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, vai apoiá-las nesta briga.

…te condena. Para Flamengo e Fluminense, vai pesar o fato de Rubens Lopes, presidente da Ferj, ter sido um dos principais rebeldes contra a mudança na gestão da CBF, quando Ricardo Teixeira deixou o comando e os paulistas assumiram.

Linha… Caso Alejandro Sabella diga não ao São Paulo, a manutenção de Milton Cruz no comando técnico é minada por sua aproximação com Abílio Diniz. Importante parte da cúpula tricolor não admite que o empresário palpite na escalação do time por meio de Cruz.

…direta. Altos dirigentes do São Paulo argumentam que Diniz é forte crítico da gestão de Carlos Miguel Aidar e muito próximo do ex-presidente Juvenal Juvêncio.

Na ponta do lápis. Lucas Lima, um dos principais destaques do Santos na temporada, não desfruta do mesmo prestígio quando o assunto é salário. O meia recebe R$ 180 mil por mês, ou seja, 3,5 vezes a menos que o veterano Robinho (R$ 630 mil).

Na ponta do lápis 2. O salário de Lucas Lima, aliás, é quase o mesmo do zagueiro Werley, cujo vencimento é de R$ 166 mil por mês.

Toma lá… A Prefeitura de São Paulo tenta uma alternativa para sediar o torneio de futebol da Olimpíada-2016. Após descartar investir na realização do evento, o município estuda fazer parceria com empresas oferecendo publicidade ao longo da cidade.

…dá cá. A ideia é que firmas patrocinem a compra das estruturas temporárias para a Rio-2016 e, em troca, possam divulgar suas marcas em pontos da capital. Uma das possibilidades discutidas é que as empresas apareçam nas placas de trânsito indicativas ligadas à Olimpíada. O custo das temporárias é R$ 13 milhões.

Contra o tempo. A proposta deve ser apresentada às empresas nos próximos dias. A prefeitura paulistana quer resolver a situação até o final deste mês, já que os ingressos para os jogos no Itaquerão nem sequer começaram a ser vendidos por causa deste impasse.

DIVIDIDA

“O Jorge Kalil é, sim, uma pessoa querida no clube. Quem disser o contrário está com maldade e mentindo

SÉRGIO JANIKIAN

diretor de futebol do Corinthians, sobre críticas internas a Kalil, vice-presidente