CBF vê problemas em estádios e vai criar regulamento médico para 2016

Por Camila Mattoso (interina)
Depois de visitar todos os estádios das séries A e B do Campeonato Brasileiro, a CBF decidiu criar um regulamento médico para a próxima temporada.

O tour país afora mostrou que há uma série de problemas nas organizações dos jogos no que diz respeito à segurança dos atletas.

Além de preparar um documento, a confederação vai mandar um delegado para cada jogo da primeira divisão para cuidar dessa parte específica. O delegado médico será responsável por orientar os clubes sobre os locais das ambulância e dos desfibriladores, por exemplo.

“Vimos que há uma necessidade urgente de padronizar e uniformizar os estádios. Várias arenas que receberam a Copa do Mundo mudaram suas estruturas para receber o Brasileiro, deixando de lado a preocupação médica”, explica o presidente da Comissão Nacional de Médicos, Jorge Pagura.

Ainda não está definido, porém, se os custos com os delegados serão pagos pela própria CBF ou se serão colocados também no borderôs das partidas, deixando para os clubes arcarem com as despesas.